Visit Blog

Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.

Fun Fact

There are 44.6 Billion blog posts on Tumblr.

Trending Blogs
#sex

That was then and this is now
and still she makes me wonder how
an angel wears a halo like a crown
ruined mascara as she chokes me down
she always knew how to make me growl
as I help her bend and bow
‘til both our bodies come unbound
like clothes scattered on the ground
there’s nothing she won’t allow
twisting tongues in ways most foul
trembling she makes muffled sounds
sliding back like the shots we’d pound
but that was then and this is now
recollecting reasons how
an angel wore a halo like a crown
and fucked me like it was hell I’m bound

1 notes · See All
image

leia ouvindo Cigarettes After Sex.

Era uma sexta a noite chuvosa, o clima na cidade estava úmido e eu nessa noite estava irritada com Dylan.

Dylan havia saído logo cedo à trabalho, mas no horário de saída que eram as 17h, logo em seguida Dylan teve uma reunião de 3 horas de duração e não conseguiu me avisar porque seu celular havia descarregado as 16h.

Eu havia ligado várias vezes para Dylan, mas não tinha resposta, o celular ia direto para a caixa postal. Eu imaginei diversas coisas, se tinha acontecido algo grave com Dylan ou se ele estava me traindo. A minha cabeça fervia nesse momento e não sabia mais no que pensar.

Sai da sala com o celular em minha mão direita e fui eu direção ao meu quarto, apoiei minha mão na porta do quarto e me deixei cair, escorregando na porta do quarto, não aguentando mais o meu peso. Estava com os olhos cheios de lágrimas, mas elas não caiam, eu joguei o celular bruscamente em cima da cama. Já sentada no chão, eu levei as mãos até o rosto e comecei a chorar. Entre os dedos e a vista meio embaçada, eu conseguia ver no led do relógio que se encontrava no criado mudo, e já faziam 19 horas e 32 minutos, duas horas e meia de atraso de Dylan. Eu permaneci sentada por alguns minutos no chão, mas resolvi pegar o celular novamente, queria ouvir Cigarettes After Sex, era algo que me acalmava e me fazia lembrar de Dylan. Dei play, a primeira música era Nothing’s Gonna Hurt You Baby. Eu chorava, não sabia o que havia acontecido, não conseguia mais ter domínio da minha mente, não sabia no que pensar. Já eram 20h45, nada de Dylan.

O barulho das chaves abrindo a porta de casa fez com que o meu coração disparasse. Ainda chovia. Me levantei as pressas do chão, abrindo bruscamente a porta da sala de maneira que ela se chocou contra a parede. Minha playlist estava na música Apocalypse. Fui em direção a Dylan que estava saindo do carro e o puxei  bruscamente para fora do carro e gritei:

- Dylan! Onde você estava?

Dylan parou e viu o meu rosto vermelho de choro e respondeu:

- Eu estava no trabalho… – a Fala de Dylan foi cortada pela minha aos gritos.

- Até agora?

- Claire eu tive uma reunião de 3 horas e meu celular descarregou, me desculpe…

Eu comecei a bater em Dylan entre os peitos e Dylan segurou meus braços e disse novamente baixinho:

- Meu amor, desculpe – Eu me soltei de seus braços e fui para o jardim. Meu vestido azul marinho floral ficou molhado da chuva. Eu chorava com as mãos em meu rosto. Dylan se aproximou lentamente, tirou as mãos de vagar do meu rosto, levantou meu queixo e o segurando disse – Eu amo você Claire, me desculpe mais uma vez, eu não sei o que se passou pela sua cabeça mas… – A fala de Dylan foi cortada por um beijo ardente meu. Eu o abracei ofegante, subindo as mãos para a sua nuca. A chuva continuava a nos molhar.

Dylan foi desabotoando meu vestido. Estávamos nus no jardim de casa. Não fazia frio, pois os corpos estavam quentes, fervendo de tesão e amor. A playlist nesse momento estava em Heavenly.

Dylan me tirou da chuva, me levou até a sacada e me imprensou contra a parede. Eu suspirava. Na sacada de casa tinha um colchonete com almofadas. Não fomos para o quarto, começamos a fazer amor ali mesmo. Jogamos as almofadas para fora do colchonete. Em meus pensamentos eu só queria Dylan em mim, dentro de mim, entrando e saindo, me sentindo e ahhh, foi o que ele fez. Eu estava muito quente, estava muito molhada. Dylan olhava fixamente em meus olhos e dizia:

- Eu amo você, e quero foder você agora com muito carinho – Ele suspirava ofegante, seu pau encaixava em mim de uma forma que não sei explicar. Eu o queria naquele momento, estava louca de tesão, mas ele saiu de mim, ah não Dylan, ahhhh espere ahhhh ele estar me chupando. Ele colocou o dedo dentro de mim, e começou num ritmo que não era tão acelerado e ahhhh ele estava me chupando, seus dois dedos e sua boca me fazia contorcer naquele colchão.

- Ahhh Dylan, eu quero gozar, por favor, mais rápido ahhh não pare por favor.

- Goza pra mim Claire, goza, gostosinho que eu quero chupar tudo.

Eu não aguento, eu gozo, meu corpo treme, Dylan me chupa, e eu tremo mais ainda porque estou gozando e ele não para, não para, e ahhh, ele colocou seu pau todo em mim.

- Que gostoso sentir você Claire, como você está molhada, quero que goze pra mim de novo. - Dylan sai de dentro de mim, me coloca de quatro e fode bem rápido. Ele bate na minha bunda. – Isso é pra você aprender a esperar Claire – e me bate e eu grito. Dylan se abaixa, colando o seu corpo no meu, continuando a me foder e a me tocar e ahhhh eu não aguento, ele para, desgrudando do meu corpo e me fode novamente com força e me bate, ahhhh. Dylan coloca seu dedo em minha bunda e continua a me foder, no mesmo ritmo que ele me fode que ele movimenta seu dedo entrando e saindo da minha bunda, e eu gosto e respondo – Eu quero gozar novamente Dylan, por favor. – Dylan me vira e fala – Vamos gozar juntos, eu quero gozar em você, quando gozar me avisa - E eu começo a me tocar sentindo o seu pau entrando e saindo de mim. E Dylan fala – Ahh Claire, sua buceta tá muito gostosa, tá muito molhada, quero gozar nela, vamos Claire, goze pra mim – Dylan falando aquilo soava como granada em meu corpo, eu tremia, gemia, eu estava louca de tesão, não lembrava mais nem da raiva que sentia por ele ter atrasado pra chegar em casa sem nenhuma resposta. Eu queria muito Dylan naquele momento e ahhhhh – Vou gozar Dylan… tô gozando… me fode! – Dylan ficou mais rápido, entrando e saindo de mim, e ele parou, e gozou. Segurou meu queixo com força e disse ofegante – Eu amo você, e eu só quero foder você, eu só quero … – Dylan parou de falar, estava sem folego. Ele caiu deitado de lado e eu me virei, me encaixando sobre ele, eu o beijava e o abraçava. Eu sentia algo escorrendo sobre as minhas pernas, eu não ligava, gostava de terminar o sexo e ficar com cheiro de sexo e toda melada ao lado dele, sentindo-o quente de suor. A gente acabara de fazer amor.

- Dylan, eu amo você.

E ficamos ali deitados na varando de casa, naquele colchonete. Dormimos. Acordei com a luz do sol refletindo em seu rosto. Dylan abriu os olhos. Seus olhos cor de mel pareciam uma pedra quando batiam na luz do sol. Ele me beijou. Deu um leve sorriso no canto da boca e suas feições coraram. Ele era lindo. – Bom dia Claire, preciso ir trabalhar.

5 notes · See All

Day 21 02/12/2020

When I was young, I always hope I can grow up very fast, I really want to have an experience to become an adult. I don’t need to go to the school everyday, I don’t need to finish my huge homework and I can go to the party. I can do everything I want and don’t need to ask my parents. That is a yearning life for me, but when I grow up and become a 23-year-old man. The adult is not same as what I though 15 years ago, the adult have more pressure. Nowadays I know a lot about the meaning of grow up. The grow up means our body, mind and the things that are closely related to ourselves.

The sex also can be the important thing when we grow up. I just saw a research is talking about the sex can take the coupe more happiness. They just choose two couples and allow one of them can have sex at the night, the other one they can not do the sex at night. After one month, the researcher found the first couple which have sex they have a very nice daily life even they have some quarrels , the other couple which don’t have sex at night, they have a very normal daily life, they have quarrels, even they can solve and become together, but their life seem like don’t have any passion. We know the married life don’t have any passion, the wife and husband do not have the passion, most of them will broke in the future. Like I say we need to have the sex in our life.

Sexing can be very a very important thing in this world. It let all species reproduce and stay in this world for a long time. Sexing can make the couples’ relationship deeper and deeper. The sex can solve some problems in their daily life, make their life have some passion and make the relationship go a long way. The sex also can make you grow up, like I say the learning of the sex is a kind of grow up in our life. We need to make the sex education widely and make every people know more about the sex. Please do not use a secular eye to look at the sex.

shengyulublog
1 notes · See All
Next Page