Tumgir
cabruncodesign-blog · 3 years ago
Text
Conclusão de projeto! :D
Finalmente nós conseguimos terminar o produto. Nós confeccionamos uma luminária baseada na arte de Beto Pezão - que é um artista do sertão de Sergipe - o qual se utiliza da desproporção de suas obras como sua marca.
Tumblr media Tumblr media
Para fazermos esse projeto, nós pensamos no conceito central do próprio artista que é a desproporção, porém nós adicionamos mais um elemento ao conceito, a representatividade. As peças de madeira da luminária passaram por um longo e demorado processo numa serra de mesa semicircular e por fim foi posto parafusos com porcas borboletas para a sua maior articulação de acordo com a altura.
Tumblr media Tumblr media
Entretanto houve um imprevisto no projeto, pois nós vimos que se puséssemos quatro parafusos com quatro porcas borboletas não haveria uma boa sustentação porque algumas peças da luminária ficariam com uma maior carga do peso total da própria lâmpada com ao chapéu e o aparato de metal.
Tumblr media Tumblr media Tumblr media Tumblr media Tumblr media
Por isso, a deixamos com 3 articulações igual ao projeto original (uma no chapéu, uma no primeiro madeiramento e outra no quinto madeiramento).
DIMENSÕES DO PROJETO
Madeira do meio
3cm de Largura x 4.5cm de Comprimento x 68cm de Altura
2° madeira de cima
78cm x 4,5cm x 3cm
Madeira de cima
53,5cm x 4,5cm x 3cm
Madeiramento de baixo
4,5cm x 3cm x 68cm
Madeiramento da base
 68cm x 3cm x 4,5cm
Base 
60cm x 39cm x 2,5cm
Ripas da base 
4,5cm x 2cm x 94,5cm
Chapéu:
Diâmetro - 34 cm
Raio: 17cm
Fiação 
2,5m de fio translúcido
Parafusos:
(x1) 10cm (2x) 8cm (x32) 4,5cm
Interruptor de pêra
Tomada macho
Distância da frente titular ao fundo titular
D: 1,075m
Altura total do projeto
h: 3,90m
1 note · View note
cabruncodesign-blog · 3 years ago
Text
Nós, Cabrunco Design, estamos desenvolvendo um projeto de uma luminária que esteja de acordo com o conceito do nosso artista escolhido - Beto Pezão -, ou seja, vamos construí-la do zero aos moldes da desproporção e da representatividade, que são os pontos chaves do artista sertanejo.
Tumblr media Tumblr media
A representatividade é marcada pelo uso de características que denotem alguma ideia sobre aquilo que quer ser retratado. 
Curiosamente, a desproporção se tornou uma característica das artes de Beto Pezão não porque ele quis dar um ar de sertão, mas, para a sustentação dos bonecos, ele teve que dar uma esticada em seus pés.
Tumblr media
Através de uma certa experiência feita por nosso grupo, concluímos que faltava representatividade para nosso projeto. Então, concluímos que deveríamos colocar um chapéu de palha, pois ficaria evidente onde queremos chegar.
Tumblr media Tumblr media
E assim será o nosso projeto.
0 notes
cabruncodesign-blog · 4 years ago
Photo
Tumblr media
José Roberto Freitas, o Beto Pezão.
Disponível em: <http://artepopularbrasil.blogspot.com/2011/01/beto-pezao.html>. Acesso em: 12 de ago, 2018.
0 notes
cabruncodesign-blog · 4 years ago
Text
Sobre quem abordaremos?
Beto Pezão
José Roberto Freitas, o Beto Pezão, nasceu em Santana do São Francisco-SE em 11 de dezembro de 1952. O seu pai era escultor e com ele, desde muito cedo aprendeu a arte de esculpir. Com apenas 6 anos de idade ganhou um pequeno torno. Com nove anos já comercializava algumas de suas peças na feira. Dos movimentos suaves das mãos de Beto surgem peças primorosas, modeladas no barro com delicadeza e com uma impressionante riqueza de detalhes. Os seus personagens retratam a vida e a trajetória do povo sertanejo. Seu estilo é inconfundível. Os pés grandes surgiram quando o artista percebeu que algumas imagens não tinham estabilidade, por isso alongou os pés das imagens que fabricava para dar mais sustentação. Seu pai não gostou muito; (...) Papai tinha ido pra feira de Itabaiana, quando chegou que viu disse (...) vixe Nossa Senhora meu filho isso é uma doença (...) disse bem assim, reprovou na hora (...) Rapaz me deu uma tristeza (...) porque eu gostei sabe, conta Beto. Esse fato não fez Beto desistir, pelo contrário, os pezões deram um novo rumo à sua obra e acabaram se transformando em uma marca registrada. São únicos no país e acabaram conquistando o gosto de colecionadores de vários lugares do mundo. Além dos sertanejos, outra paixão do artista são as imagens sacras, as quais também levam consigo, além dos pezões, um pouco da cultura nordestina. Com o seu trabalho Beto participou de inúmeras feiras e exposições no Brasil e no exterior. Suas obras ficaram conhecidas na Argentina, Portugal e Chile. São mais de 50 anos dedicados à arte do barro. Beto atualmente mora em Aracaju, onde mantém seu ateliê.
Disponível em: <http://artepopularbrasil.blogspot.com/2011/01/beto-pezao.html>. Acesso em: 12 de ago. 2018.
Contato com Beto Pezão: Rua Carlos Menezes, 152, Cidade Nova.
CEP: 49072-100 
Aracaju-SE
Tel: (79) 3236-1197. 
0 notes