Visit Blog

Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.

Fun Fact

If you dial 1-866-584-6757, you can leave an audio post for your followers.

Trending Blogs
#Jesus Christ
I worked in a hospital for 3 1/2 yrs, my job was to collect patient charts once patients were discharged and scan the info into the computer. anyway I had to go into the nurse stations every single day and 9 times outta 10 they would all be sitting around talking shit about the patients. I mean just genuinely horrible stuff. Didn’t matter if they were in the ICU, the ER, the fucking oncology floor. Once I was on the children’s psych floor 1/2
image


5 notes · See All
image

SHOW OUR LOVE THROUGH ACTIONS AND IN TRUTH


“My little children, let us not love in word, neither in tongue; but in deed and in truth.”


‭‭~ 1 John‬ ‭3:18‬ ‭KJV‬‬


Source: YouVersion

4 notes · See All

Receives The Accolades

“Therefore, thus says the Lord God to them: Behold, I, I myself will judge between the fat sheep and the lean sheep. Because you push with side and shoulder, and thrust at all the weak with your horns, till you have scattered them abroad, I will rescue my flock; they shall no longer be a prey. And I will judge between sheep and sheep.” Eze 34:20-23ESV

One person, I know, would give you the shirt off of his back. He’s considered by many as flawed, annoying, tiring. Yet, John, not real name, would move a mountain for you, then move it back, if it would help you, or make you happy. He’d come in, take care of your house, and sleep in a cold car. John would struggle to get money, just to give you a present. Everything he does is to show love, often misguided, it’s well intended. John can pray like no other with tears and intercession for those worse off or better off than he, simply, because they were wronged. Should a child be hurt, he will sob and weep before God begging for the child’s deliverance and healing.

Most people treat John with disdain. He’s poor; unkept; stole something once— can’t be trusted now; not wanted around — unless —you need help. Then, John is the first person people calls, to use, abuse, address with profanities, call names, and reject once again— after he’s been used. But John keeps coming back for ill-treatment over and over again.

Do you know a ‘John?’ Maybe he goes to your church.

Jehovah God was talking to Ezekiel about ‘John’ in contrast with those people who fit in to the important crowd. You know them. They’re the uptown people. Everyone gathers around them. They make pastor ‘look good.’ Meanwhile, the ‘Johns’ receive no applause in life. They’re barely noticed.

“They came to Capernaum; and when He was in the house, He began to question them, “What were you discussing on the way?” But they kept silent, for on the way they had discussed with one another which of them was the greatest. Sitting down, He called the twelve and said to them, “If anyone wants to be first, he shall be last of all and servant of all.” Mark 9:33-35NASB. Our human nature wants to be number one— ‘me-me-me receives the accolades. I’m special woot, woot.’

A big name preacher, stands atop Mr. no-name preacher, showing off his fame and glory, loving himself. Rev. No-Name struggles to feed his flock from the pastures of God’s goodness; loving genuinely. Read Ezekiel 34 for yourself. All of this is about to change. Wanting to be recognized for our greatness is over. God desires our best through humility before Him. 1Peter 5:6NIV “Humble yourselves, therefore, under God’s mighty hand, that He may lift you up in due time.” Helping ‘John’ and acknowledging him for all he does will turn God’s head.

Have you been head-butting other sheep to achieve pride’s goals? Are you trampling down other’s fields of God’s goodness, while keeping the best parts for yourself? Do you “thrust at all the weak with your horns?” Can you turn man’s head, or do you turn God’s? Will God notice how you’re helping ‘John’ lift the load? How you are loving ‘John’ with gratitude? Unfortunately for us, God must judge our actions. Actions equal shame or the gaining of a crown. Which do you want? It’s your choice. You choose.

PRAYER: Abba Father, there’s nothing easier than pride pushing to be noticed, number one, a head above the rest. I’ve fallen into this trap too many times. Help us to care only about turning Your head to receive our reward, in Jesus’ name I pray.

by Debbie Veilleux
Copyright 2020 You have my permission to reblog this devotional for others. Please keep my name with this devotional as author. Thank you.

itsyourchoicedevotionals
0 notes · See All
image

DAILY VERSE


“Every valley shall be exalted, and every mountain and hill shall be made low: and the crooked shall be made straight, and the rough places plain: And the glory of the Lord shall be revealed, and all flesh shall see it together: for the mouth of the Lord hath spoken it.”


‭‭~ Isaiah‬ ‭40:4-5‬ ‭KJV‬‬


Source: YouVersion

9 notes · See All

12/40 – Profecias de Sofonias

O ministério de Sofonias provavelmente teve lugar na época da queda da Assíria, em 622 a.C. Sofonias advertiu o povo de Judá de que, se eles se recusassem a se arrepender, toda a nação, incluindo a amada cidade de Jerusalém, estaria perdida. O povo sabia que Deus, no final, os abençoaria, mas Sofonias deixou claro que, em primeiro lugar, haveria o juízo, e depois a bênção. Este juízo não seria meramente uma punição pelo pecado, mas também seria um meio de purificar o povo. Embora vivamos em um mundo rodeado pelo mal, podemos ter esperança no reino perfeito de Deus, que virá, e podemos permitir que qualquer punição que nos toque nos purifique do nosso pecado. 

APLICAÇÕES PRÁTICAS

Sf 1:2 - O povo de Judá foi claramente advertido pela maior de todas as autoridades - Deus. Eles se recusaram a ouvir, quer porque duvidassem do profeta de Deus e, portanto, não acreditassem que sua mensagem era de Deus, quer porque duvidassem do próprio Deus e, por isso, não cressem que Ele faria o que dizia. Se nos recusarmos a ouvir a Palavra de Deus, a Bíblia, seremos tão míopes quanto o povo de Judá e, como eles, seremos punidos.

Sf 1:4-6 - Os ídolos têm sido adorados durante toda a história. Mais que uma mera estátua de pedra, um ídolo pode ser qualquer coisa reverenciada mais que Deus. Assim, a adoração de ídolos ainda prevalece, hoje em dia. As pessoas confiam em si mesmas, no dinheiro ou no poder, mas não em Deus. No final, ficará provado que todos os ídolos são inúteis e sem valor, e o verdadeiro Deus vencerá. Busque a Deus em primeiro lugar (Mt 6:3) e não tenha outros deuses diante dele (Êx 20:3).

Sf 1:5 - O povo havia se tomado politeísta, adorando o Senhor e todos os outros deuses da terra. Eles acrescentaram o “melhor" da adoração pagã à adoração a Deus. Mas Deus exige que apenas Ele seja adorado (Êx 20:1-5), por isso, o povo cometeu um terrível pecado. Um desses deuses era “ Moloque, o deus nacional dos amonitas. A adoração de Moloque incluía o sacrifício de crianças, um pecado abominável. Desde os tempos de Moisés, os israelitas haviam sido advertidos contra a adoração desse falso deus (Lv 18:21; 20:5), mas se recusaram a dar ouvidos à advertência. Por causa de seus pecados, Deus os destruiria.

Sf 1:7 - Um dia de juízo e grande matança ocorreria durante a vida dessas pessoas, quando a Babilônia invadisse a terra. O profeta viu essas profecias como eventos futuros, mas não pôde ver quando ou em que ordem esses eventos ocorreriam. Muitos pensam que essas profecias se cumpririam duas vezes - uma no futuro próximo (logo depois que a profecia foi proferida) e outra no futuro distante (possivelmente, durante o fim dos tempos). Alguns estudiosos acreditam que essas profecias de juízo se refiram a eventos que acontecerão inteiramente no futuro.

Sf 1:12-14 - Elas não acreditavam em seu poder nem no seu juízo vindouro. Mas Deus é santo, e, por isso, julgará ativamente, e punirá, com justiça, todos aqueles que se contentam em viver no pecado, indiferentes a Ele, ou despreocupados com a justiça. Quando as pessoas são indiferentes a Deus, tendem a pensar que Ele é indiferente a elas e ao seu pecado. Elas se surpreenderão em descobrir que “O grande dia do Senhor está perto”.

Sf 1:14-18 - O dia do Senhor estava perto; logo viriam os babilônios, e destruiriam Jerusalém. O dia do Senhor também está perto para nós. Deus promete um juízo final, um dia de destruição mundial (Ap 20:12-15). A conquista babilônica ocorreu tão certamente e horrivelmente como Sofonias havia predito. E o dia final do juízo de Deus também é garantido - mas também o é sua capacidade de salvar. Para ser poupado do juízo, reconheça que você pecou, que seu pecado trará juízo, que você não consegue salvar a si mesmo e que somente Deus pode lhe salvar.

Sf 1:18 - O dinheiro não é mau, em si mesmo, mas é inútil para nos salvar. Nesta vida, o dinheiro pode distorcer nossa perspectiva, dando-nos sentimentos de segurança e poder. Da mesma maneira como a riqueza dos israelitas não conseguiu salvá-los da invasão babilônica, também, no juízo final, nossa riqueza será inútil e não terá valor. Somente a obra redentora de Cristo por nós é o que importa, para a eternidade. Somente Cristo nos resgatará, se crermos nele. Não confie no dinheiro; confie em Cristo.

Sf 2:1-3 - Ainda havia tempo para que o povo evitasse o juízo de Deus. Eles simplesmente tinham que se afastar de seus pecados, humilhar-se e obedecer a Deus. Os profetas do Antigo Testamento anunciavam as notícias de destruição. Mas também ofereciam a única maneira de escapar e ter proteção - afastar-se do pecado e andar com Deus (Mq 6.8).

Sf 2:7 - Todos os profetas, mesmo quando profetizando perdição e destruição, falam do “resto“ - um pequeno grupo do povo de Deus que permaneceria fiel a Ele, e que Deus restauraria a terra. Embora Deus dissesse que iria destruir Judá, também prometeu salvar alguns, desta maneira cumprindo seu concerto original de preservar os descendentes de Abraão (Gn 17:4-8). Como Deus é santo, não pode permitir que o pecado continue. Mas Deus também é fiel às suas promessas. Ele não pode continuar irado para sempre com Israel ou com você, se você é seu filho, porque Ele ama seus filhos e sempre procura o bem deles.

Sf 2:8-11 - Judá havia sido atormentada e ridicularizada pelas nações vizinhas, Moabe e Amom, mas Deus as lembrou de que Ele “ouviu o escárnio” (Sf 2:8) e que os escarnecedores seriam punidos por sua soberba (Sf 2:10). De vez em quando, o mundo inteiro parece zombar de Deus e daqueles que têm fé nele. Quando você for ridicularizado, lembre-se de que Deus ouve, e responderá. No final, no tempo escolhido por Deus, a justiça será feita.

Sf 2:13-15 - Predizer a destruição de Nínive antes que ela acontecesse seria equivalente a predizer a destruição de Londres, Tóquio, Paris ou Nova York. Nínive era o centro de cultura. tecnologia e beleza do Antigo Oriente Médio. Ela tinha grandes bibliotecas, edifícios, e um grande sistema de irrigação que criou jardins exuberantes na cidade. O muro da cidade tinha 97 quilômetros de extensão, 30 metros de altura, e mais de 9 metros de largura, fortificado com 1.500 torres. No entanto, toda a cidade foi destruída tão completamente que sua própria existência era questionada, até que foi descoberta, com grande dificuldade, por arqueólogos do século XIX. Realmente, Nínive havia se tomado uma assolação, uma terra seca como o deserto.

Sf 3:2 - Você conhece pessoas que se recusam a ouvir, quando alguém discorda de suas opiniões? A raiz do problema é ‘a soberba - autoestima exagerada’. O povo de Deus havia se tornado tão orgulhoso que nem mais ouvia a voz de Deus. Você acha difícil ouvir os conselhos espirituais dos outros, ou as palavras de Deus contidas na Bíblia? Não permita que a soberba lhe deixe incapaz ou sem vontade de realizar a obra de Deus em sua vida. Você estará mais disposto a ouvir quando considerar como você é fraco e pecador, quando comparado com Deus.

Sf 3:5 - Entre todas as pessoas, os cidadãos de Jerusalém não tinham desculpa para seus pecados. Jerusalém, onde estava o Templo, era o centro religioso da nação. Mas embora o povo não seguisse a Deus, Ele ainda estava ali, na cidade, presente, no meio da corrupção, perseguição e descrença. Não importa quão espiritualmente desolado o mundo pareça. Deus está aqui, e está em ação.

Pergunte-se: o que Ele está fazendo agora, e como posso participar da Sua obra?

Sf 3:7 - Podemos perguntar a nós mesmos como os israelitas podiam ter advertências tão claras, e nem assim se converterem a Deus. O problema era que eles haviam permitido que o pecado os insensibilizasse de tal maneira, que não mais se importavam em seguir a Deus. Eles se recusavam a dar ouvidos às advertências de Deus, e se recusavam a arrepender-se. Quanto mais Deus os punia, mais eles pecavam.

Se você está vivendo agora em desobediência a Deus, seu coração poderá ficar insensível, e você poderá perder todo o desejo de ter comunhão com Deus.

Sf 3:14-18 - O próprio Senhor removerá suas mãos de juízo, dispersará os inimigos de Israel, e viverá entre seu povo. Ele lhes dará alegria.

Sofonias esclarece que a alegria é o resultado, quando permitimos que Deus esteja conosco. Fazemos isso o seguindo fielmente e obedecendo Suas instruções. Então Deus se alegra com nosso canto. Se você deseja ser feliz, aproxime-se da fonte de felicidade, obedecendo a Deus.

Sf 3:20 - A mensagem de condenação no início do livro se toma uma mensagem de esperança, no final. Chegará um novo dia em que Deus abençoará seu povo. Se os líderes da igreja de hoje ouvissem a mensagem de um profeta de Deus, provavelmente a mensagem seria parecida com o livro de Sofonias. Com as reformas religiosas de Josias, o povo realmente voltou para Deus, externamente, mas seus corações estavam longe dele. Sofonias encorajou a nação para que se congregasse e orasse, pedindo a salvação.

Devemos também perguntar a nós mesmos: nossa reforma é meramente uma exibição ou está realmente mudando nossos corações e nossas mentes? Nós precisamos nos congregar e orar, andar humildemente com Deus, fazer o que é correto e ouvir a mensagem de esperança a respeito do novo mundo que virá.

FONTES: BICEAP

eusouevangelica-eusouevangelico
6 notes · See All

“Then he said to me, “Fear not, Daniel, for from the first day that you set your heart to understand and humbled yourself before your God, your words have been heard, and I have come because of your words.”

‭‭Daniel‬ ‭10:12‬ ‭ESV‬‬

16 notes · See All
Universalis Today
This scene of confrontation [beginning at John 10:31] between Jesus and his opponents takes place at the Festival of the Dedication. This is consonant with John’s theme that Jesus takes over, or centres in himself, all the festivals of Judaism: he has already taken over the Sabbath by working on the Sabbath, for only God works on the Sabbath. He has taken over the festival of Tabernacles by claiming that he is the source of the living water which was a part of the ritual of the festival. He will take over the Passover by making it his own festival of the new covenant. So now he takes over the festival of the Dedication, saying that he is the one who was truly consecrated by the Father, not the Temple whose re-dedication was being celebrated.
There is a significant parallel between these scenes of final controversy in John and the synoptic account of the hearing before the Jewish authorities. In Matthew and Mark the crunch-point is the question put by the High Priest whether Jesus is ‘son of the Blessed One’ (Mark 14.62). This is also the final question in the slightly different Lukan version (Luke 22.70-71). In both versions Jesus is accused of blasphemy for accepting the title of ‘Son of God’. Similarly in the Johannine account of the final controversies Jesus is accused of calling himself ‘Son of God’ and claiming the divine title, and is charged with blasphemy for so doing. It may be that the synoptic account condenses into the one scene of the hearing elements which occur more diffused in the Johannine controversies. In either case the evangelists are telling us that the crunch-point of the accusations against Jesus, the real reason for his condemnation, is his claim to be divine. It is not a matter of disputes over observance of the Law, not yet of the disturbance in the Temple, but it is his divine claim. This is what must be believed by every Christian.
3 notes · See All
Next Page