Visit Blog

Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.

Fun Fact

40% of users visit Tumblr between 1 and 30 times a month.

Trending Blogs
#beleza e moda

Assim como outras marcas, a Chanel também se adequou em meio à pandemia. A apresentação da coleção Cruise, que aconteceria em maio, em Capri, ganhou um novo formato e será acontecerá digitalmente na segunda-feira (8).

Diferente da pensada originalmente criada por Virginie Viard, a coleção se transformou em uma jornada pelo mediterrâneo e ganha o nome Balade en Méditerranée". 

External image
A grife Chanel apresentará digitalmente a coleção Cruise (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

A apresentação estará disponível nas plataformas da Chanel à partir das 12pm (horário de Paris) e 7am (horário do Brasil).

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por CHANEL (@chanelofficial) em

6 de Jun, 2020 às 9:01 PDT
0 notes · See All

A modelo Thayná Santos usou recentemente suas redes sociais para denunciar diversas marcas racistas. Além de relatar diversos episódios de preconceito, a top abriu espaço para compartilhar a história de outros modelos.

O exposed começou há três dias e as denúncias não param de chegar. A maioria delas referem-se a atitudes racistas dos estilistas Reinaldo Lourenço e Gloria Coelho. “Gloria sempre foi extremamente preconceituosa e não aceitava nem morenas, tinha que ser brancas”, disse uma profissional.

External image
Thayná Santos (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

“A agência só me mandava para os castings dela porque eu era morena com traços de branco”, falou outra modelo.

“Nem Reinado e nem Gloria aceitavam que mandassem modelos negras. Ano passado foi a primeira vez que pegou uma”, apontou mais uma modelo.

“Fiz a prova de roupa para a Gloria Coelho por horas. Até então estava tudo certo, eu estaria no desfile. Eis que ela pergunta para meu agente se eu contaria na cota. Logo depois fui tirada do desfile. Tirem suas próprias conclusões”, revelou Larissa Barrs.

“Quando organizei as reuniões do Sated eu descobri que ela (Gloria) pagou multa ao invés de bater a cota por 6 temporadas seguidas”, contou outra pessoa.

External image
Modelos denunciaram Gloria Coelho (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

Outra modelo lembrou de um casting que fez com Reinaldo. “Uma vez ele foi separando as modelos pela nossa cor.”

As denúncias continuaram: “Fiz casting para ele uma vez. Ele e o assistente comentaram: ‘gosto do look do corpo, mas e esse cabelo faz o quê? Não dá pra prender! Eu estava com um Balck Power. Antes de fazer o casting, meu booker adicionou uma nota no e-mail 'Olha, as modelos não gostam muito dele, pois ele tem falas que parecem racistas’. Parecem? Não tenho meio termo para racismo. Racismo é crime. E não podemos passar pano…”.

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por Diara (@diararosa) em

5 de Jun, 2020 às 5:32 PDT

External image
Modelos denunciaram Gloria Coelho (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

 

 

 

 

 

Até o momento, Reinaldo não se pronunciou em relação às acusações, apesar de estar visualizando todos os stories de Thayná, segundo a modelo.

Já Gloria, entrou em contato com Thayná e expôs seu ponto de vista. “Parabéns pelo trabalho que você está fazendo, de amplificar vozes tão importantes. Sinto muitíssimo que você ou qualquer outra menina tenha se sentido desprivilegiada ou sem acesso às mesmas oportunidades dentro da minha marca e do sistema de moda. Reconheço que por muitos séculos a moda privilegiou padrões de beleza eurocentristas, e que eu ou pessoas da minha equipe no passado possamos ter compactuados com isso, ou sido interpretados dessa forma. Estou aqui me comprometendo a ser melhor, a garantir que minha equipe seja melhor. Está nas nossas mãos desmantelar o racismo sistêmico…

Gloria continuou: ”…Eu tenho genuína e profunda admiração pela beleza, criatividade e ancestralidade preta e indígena. Recentemente a capa do meu catalogo de Verão 2019/2020 foi estampada por uma modelo preta, a Savannah… Estou comprometida em ouvir, me educar, educar aos que me rodeiam, e incluir mais criatividade e diversidade em minha marca.“

Thayná rebateu as palavras de Gloria e pediu que ela se desculpasse publicamente, em um post no seu Instagram. Até agora, a estilista não fez qualquer post relacionado ao tema.

Paulo Borges também se pronunciou pelo Instagram de Thayná. Recentemente, Gloria publicou uma foto do criador da SPFW ao lado do filho negro e internautas comentaram que a estilista estaria se aproveitando da situação. "Eu fiz a foto e achei tão linda que enviei para ela. Ela ficou encantada e perguntou se podia postar. Eu disse que sim”, explicou.

O empresário ressaltou que tem acompanhado todas as movimentações nas redes e que tem lutado nestes 25 anos pela causa dos pretos, indígenas e pela máxima diversidade no país. Paulo, inclusive, realizou uma live neste sábado (6) só com modelos negras.

Após a live, Thayná publicou stories chorando e agradecendo o apoio de todos. “Estou muito grata, emocionada com tudo isso que está acontecendo”.

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por famaglamour (@famaglamour2020) em

6 de Jun, 2020 às 2:18 PDT

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por Paulo Borges (@pborgesj) em

6 de Jun, 2020 às 10:21 PDT

External image
Gloria se pronunciou (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

External image
Gloria se pronunciou (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As marcas Charth e Lala Rudge também foram citadas. Entretanto, as duas grifes pediram desculpas e disseram que iriam agir de outra maneira. “Em todas as minhas campanhas sempre coloquei modelos que lembrassem o meu perfil para associarem a marca a mim… Não sei se entendeu direito, mas em resumo: nunca tinhamos trabalhado com negras porque seguíamos sempre o mesmo perfil… Não tem ruiva e praticamente nenhuma morena, mas no ano passado resolvemos não seguir mais esse caminho e fizemos a campanha que postei… Quero cada vez mais ter representatividade. Não somente negras, mas ruivas, japonesas para todas se identificarem”, se defendeu Lala Rudge.

External image
Lala Rudge se defendeu (Foto: Reprodução/Instagram)


 

External image
Lala Rudge se defendeu (Foto: Reprodução/Instagram)


 


 


 


 

0 notes · See All
Next Page