Visit Blog

Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.

Fun Fact

Pressing J while looking at a Tumblr blog or home feed will scroll up on the page, pressing K will scroll down. This is helpful considering a lot of the Tumblrs feature infinite scrolling.

Trending Blogs
#blimp
image

Fakemon Adopts

I honestly had a lot of fun designing these. Behold, two friends!

-Balloon Lungfish Line: $25 (willing to negotiate price)

Dipnuck (Dipnoi + Muck)

Ground/Water Type

Dipnuck normally lives in water, but can survive years out of it by filling their lungs with air and burying themselves in mud. They like to bounce around, inflated like a balloon.

Dipnuck evolves into Zeppelung.

Zeppelung (Zeppelin + Lung + Lungfish)

Ground/Flying Type

Upon evolution, its lungs expand and fill with air enough to permanently keep it afloat. Companies use it to display messages in the sky.


I can accept PayPal or Venmo as means of payment. DM me for details if you’re interested!

2 notes · See All

They keep adding these slightly better safety features with every new car that comes out, you’d think they would sack up and put all the safety features on it at once and people would never need new models again, but they’re fucking cowards.

Like, how have they not thought of using magnets on the exteriors of cars to prevent crashes? Not even big magnetic sheets of metal or anything, just like long rows of tiny fridge magnets. Just powerful enough to keep cars from swerving lanes and shit. Dumbasses.

Side Note: Bring back blimps, you pussies.

0 notes · See All

UO-1 BuNo A-6615 by G. Verver
Via Flickr:
UO-1 BuNo A-6615 was the first airplane to be picked up on a hook in midair from the Navy dirigible USS Los Angeles (ZR-3) in 1929.

48 notes · See All
image

Enquanto Humphrey Jennings saudava o sentimento patriótico com não atores em um filme com pretensões realistas, a dupla Powell & Pressburger decidiu evocar o mesmo sentimento da forma mais clássica, uma notável ficção, repleta de atores profissionais em um romance satírico usando o personagem dos quadrinhos de David Low. Uma ideia arriscada no entanto.

Através de um longo flashback que engloba acontecimentos de ambas as Guerras Mundiais, acompanhamos Clive Wynne-Candy (Roger Livesey) um veterano altamente condecorado e reconhecido por seu país que acredita que todos os conflitos podem ser resolvidos pelo seu forte senso de honra e cavalheirismo. Certo de que seus principios o farão triunfar novamente, em um mundo que mudou desde sua ultima participação em combate, ele teimosamente se mantém o mesmo enquanto ainda abre espaço em sua vida para cortejar as três diferentes personagens de Deborah Kerr.

Enquanto Jennings parece ir direto ao ponto - e sabiamente escolhendo fazer um filme sobre bombeiro, ‘heróis reais’ que arriscam suas vidas em incêndios, justamente enquanto Londres sofre com ataques aéreos alemães - a ideia dos diretores em fazer uma comédia satírica sobre um coronel que acredita que seus conceitos de honra e decoro conseguem resolve qualquer conflito pode parecer muito ingênua, inadequada e fantasiosa, mas seu refinamento, e lealdade aos princípios britânicos representados com orgulho pelo protagonista eram o ponto chave que os diretores buscavam. 

A impressão que me passa é que a dupla é um perfeito exemplo do caso de John L. Sullivan de “Contrastes Humanos” (1941), onde um diretor que insiste em fazer um filme com caráter social percebe que não tem vivencia para abordar tais temas, e que sua melhor contribuição para sociedade estão nos filmes leves e divertidos que o tornaram famoso, pois funcionam como uma distração para uma realidade sofrida. O filme de Powell/Pressburger não é uma comédia maluca ou pastelona que finge viver em um outro mundo, pelo contrario, ela aborda a vida de Blimp tanto pós Primeira Guerra quanto na Segunda mas ao invés de focar em conflitos explícitos, melodramas sobre sacrifícios e sofrimentos de seus personagens, ele prefere ressaltar qualidades que podem fazer o publico se identificar com ele, através de um contexto que usa da comédia de costumes para dar um leve tom de leveza para aquelas pessoas que encontravam no cinema uma forma de se sentirem um pouco mais leves e esperançosas. Não é necessariamente o tipo de humor que me atrai, ainda mais em um filme longo como esse, mas para o publico local teria sido mais bem apreciado, se não fosse a forte propaganda do próprio governo em desmerecer e perseguir e tentar conduzir à opinião publica contra o filme.

Mesmo dotado de boas intenções o filme não obteve o efeito esperado, sendo reconhecido somente algumas décadas depois em seu relançamento, mas fico feliz que isso não tenha impedido Powell/Pressburger de continuar suas carreiras no cinema.

0 notes · See All
ranarhPhoto

The Balero Affair Cover

The cover artwork to the newest book by Aaron McQueen, “The Balero Affair”. It’s a steampunk adventure, and so I got to paint tripledeckers and blimps and daring pilots in leather jackets. And goggles of course.
There were quite a few sketches for something so lively as an action adventure, and I also created a concept sheet for the design of the pilot, Grace, which you can see (as well as the layouted cover) on my Artstation, https://www.artstation.com/artwork/Pm8ko1 heavily influenced of course by famous pilot Amelia Earhart. The plane design is based on the Lockheed Electra, and the other planes are my own designs; real-world tripledeckers have very short wings - that’s their strength - but the long ones looked awesome, so here we are ;)

ranarh
1 notes · See All
Next Page