Visit Blog

Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.

Fun Fact

Furby, that creepy 1990's doll, has a tumblr page.

Trending Blogs
#literature
Part 2 - Anti | The Outsider Girl
Your blade made the cut; the cut then scabbed right over. For awhile, I was rather numb - but now the wound has reopened.
1 notes · See All

Shard (accountless) requested; “Can I please get a moodboard for Shuichi, possibly with themes of coffee and literature; if that’s cool??”

♡♡♡ I hope this works! I added some blue neon because I found it to be nice, and a sort of generally cozy theme. Let me know if you want anything changed!  ♡♡♡

image

- Mod Leon (Shin shift)

leotaka-kin-help
2 notes · See All

A luz do tempo

Aos “entreveros” da rotina

Da vida que as vezes mais parece uma sina

Peço que o dia tenha mais de 24horas

Porque se não há tempo para te ver

Mais fácil seria estrangular o relógio e sumir com sua existência

Onde já se viu, o tempo ser meu inimigo?

Estranho é tê-lo como amigo

Mas fácil entrarmos no ringue e ver quem cai primeiro

E se não há motivo pra olhar o ponteiro do relógio

Peço apenas que ele gire mais devagar

Quando os teus olhos eu vier a encontrar

Iludido ou são?

Acho que vivo em um paralelo que ainda desconheço

Mas se fosse tudo assim de fato tão diferente

Faria uma dimensão onde não houvesse tempo

Só céu, só mar

Brisa tranquila e teu cheiro pra eu apreciar

Fazendo assim da minha irrealidade algo mais parecido com um sonho

Onde não tomo uma rasteira do tempo

Nem banda do ponteiro

No paralelo inexistente

Só haveria tempo se fosse pra prolongar momentos

Momentos ao teu lado

Olhando tua face e pedindo pra que no fim das contas

O ponteiro nunca girasse

Em um mundo mental que só existe na minha cabeça

As minhas melhores memórias seriam as tuas

Fazendo eu de cada uma delas preciosos tesouros

Que nem o tempo seria capaz de desgastar

Pois nelas estariam teus traços e teus detalhes

Tua voz e teus cabelos

Tua pele e tua cor

A certeza de um amor que antes eu não compreendia

E no meu temor em relação ao tempo

Percebo que na conjuntura de todos esses momentos

Os que já vivi contigo e os que são apenas miragens

Me deparo com a infeliz realidade

Cheguei atrasado demais para te encontrar

Desejaria eu então retroceder e mudar a história?

Seria hoje tudo diferente?

É melhor não se lamuriar

O tempo nos dá o fardo e as consequências do que temos que carregar

Mas se por um acaso

Houver uma brecha

Um furo nos décimos, nos minutos e nas horas que nos separam

Quem sabe até mesmo nos meses

Se houver uma fração de tempo

Em que eu possa mudar o curso dos nossos momentos

Correria pra te encontrar como se tu fosse último trem que eu pudesse pegar

Antes de nunca mais te encontrar

Mas se não houver essa fração ou se no fim das contas nem lá nem cá

Em momento algum possa ter existido esse tempo

Sendo a fração do início ao fim dessa história apenas minha mera imaginação

Seguirei caminhando

Sabendo que o mesmo tempo que é sina e divide nossas rotinas

Também cura e põe fim aos sentimentos que não encontram terra fértil e cultivo constante

O tempo que ilude, fere e separa

E o mesmo tempo que cura, cuida e cicatriza todo curso de nossas histórias

E que no último segundo de nossas vidas

Possa haver também um último suspiro

Não de tristeza nem de dor

Mas de alegria por termos feito tudo que podíamos

E quanto a mim a certeza de que sempre fui sincero

Não omitindo nem escondendo nas sombras

Aquilo que sempre deveria ter estado na luz


image
0 notes · See All
Next Page