Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#mentesexpostas
alma-livre-sonhadora · an hour ago
Text
Talvez um dia eu consiga, te olhar nos olhos e não ver refletido a minha decepção. Talvez eu consiga te olhar e não sentir um nó na garganta, uma vontade sufocante de chorar.
Foi isso que disse a mim mesma quando te olhei mas eu apenas a abracei e deixei ela chorar. Quando ela se acalmou eu dei lhe um beijo no rosto, montei na moto e fui embora.
Talvez um dia eu consiga dizer o quanto me doeu ter que ir embora, ou talvez não seja necessário. Talvez ela saiba. O que eu jamais vou entender é a necessidade que ela tem de me machucar, apenas pra chamar minha atenção.
Talvez um dia eu consiga te olhar sem ver a minha decepção refletida em seus olhos.
Talvez ...
#a.f.f.
0 notes
verbetaveis · 2 hours ago
Text
Garota, o seu sorriso já me salvou tantas vezes. O brilho dos teus olhos já iluminaram tanto o caminho que outrora me tremiam as pernas. A sua presença, mesmo a quilômetros, ainda assim deixa a minha alma segura.
fille je t'ai écrit une bibliothèque, por Castro.
15 notes · View notes
peixe-de-aquario · 2 hours ago
Text
Preciso do café
quente, tomado aos poucos
e que esse tempo
me seja o suficiente
que a mente se equilibre
que a alma se encoste
e que o coração
mais do que bater
seja sensato...
Feito isso
seguir o dia
e deixas as palavras,
sempre elas
definirem hoje
qual o destino da jornada
e em quais águas
seguira o peixe....
Tumblr media
@peixe-de-aquario
4 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Tá foda!
As palavras não cessam
A torneira não fecha!
Parece que tem uma fila
Atrás de mim,
Em minhas costas
Esperando a chance
De escrever suas palavras
E expressar dores
Que não são minhas...
@peixe-de-aquario
Tumblr media
12 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Enfim me calo
Fecho as mãos
Estalo os dedos
E deixo assim
Sem mais palavras
Sem mais ideias
Já me dei demais
Por hoje
Melhor resguardar
Guardar, recolher...
Minimizar os estragos
Da angustia
E da solidão....
@peixe-de-aquario
Tumblr media
1 note · View note
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Lá fora, escuro
Aqui dentro, também
E dentro de mim
O vazio
Espaço desocupado
Desprezado por quem
Entreguei as chaves
Escritura, propriedade e prioridade...
Não quis
Largou, recusou e deixou
Casa vazia,
Sem dono e sem uso...
La fora, escuro
E aqui o vazio....
@peixe-de-aquario
Tumblr media
4 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Eu poderia passar a noite aqui
Despejando palavras
Descobrindo sentido
Criando cenários
Imaginários e irreais
Ou mesmo fincados na realidade
Contar minha historia
Inventar estórias
Narrativas, esboços
Rascunhos, trajetórias...
Tão fácil escrever
Fácil demais até
O que me assusta
De não saber ou entender
Qual é
O que é
Essa missão....
@peixe-de-aquario
Tumblr media
2 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Permito às palavras
A liberdade que eu mesmo não tenho
Deixo-as livres
Para que façam o que precisam
Façam o que devem...
E enquanto isso
Eu apenas fico aqui
Servindo de ponte
Entre o que sei
E aquilo que não sei
De onde vem...
@peixe-de-aquario
Tumblr media
4 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Perdi a conta
Cinco, seis textos
Ou mais
Em minutos
Poucos minutos
E se eu deixar
Será assim
A noite toda
Por toda a noite
Como se em mim
Houvesse uma convenção
Um desafio
De testar os limites
De minha capacidade
De escrever
E de ainda assim
Manter minha sanidade...
As vezes
Eu escrevo
Mas quem escreve
Não sou eu...
@peixe-de-aquario
Tumblr media
0 notes
rastrosdeumanordestina · 12 hours ago
Text
Tem queda que dói, mais dói tanto, que quando a gente se levanta, cria asas e aprende a voar para nunca mais cair.
0 notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
E ao chegar a hora de dormir
Ele, o sono, me nega, não me quer
Se afasta, me deixa
E em seu lugar, palavras me deixa
Assim, do nada, sem controle
Torneira quebrada, aberta
De onde jorram palavras,
Intensas, sem dono
Insensatas, sem sono...
E eu, já cansado,
De banho tomado
Querendo dormir
E malvado, o sono
Me nega, se nega
Me diz que não quer
Que não devo
Que não posso dormir
E assim, de novo, outra vez
Meu sono se vai
Me ficam as palavras
São tantas palavras
E são só palavras...
E o sono
Que se nega a mim....
@peixe-de-aquario
Tumblr media
4 notes · View notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Curto o tempo
Tão curto
O tempo
Mal dá tempo
De curtir
Sentir, absorver
Aprender...
Tão curto o tempo
Quase sem tempo
Para curtir
Tão curto
Preciso
De tempo
Não curto
A falta de tempo
Mesmo curto
Tempo
Qualquer tempo
Serve
Me serve
Para curtir
O tempo...
@peixe-de-aquario
Tumblr media
0 notes
peixe-de-aquario · 12 hours ago
Text
Calo
Não falo
Engulo
A seco
Reflito
Repenso:
Falar ou calar?
Não sei
Juro, não sei
Qualquer seja a ação
Falar ou calar
Haverá dor do mesmo jeito
A decisão, então
É escolher a quem
Deixar a dor
A mim, se calar
A você, se falar...
Calar
Ou falar??!
@peixe-de-aquario
Tumblr media
6 notes · View notes
esmurecida · 12 hours ago
Text
eu te disse aonde doía, aonde me machucaram. te mostrei minhas cicatrizes, cada uma delas. te pedi para não fazer o mesmo. te disse que ainda juntava meus cacos. e você fez tudo ao contrário.
Karoliny Rouver - esmurecida
60 notes · View notes
garoto-sincero · 13 hours ago
Text
No final das contas, somos movidos pelo amor. Por essa vontade anormal de ter alguém ao nosso lado, dormir de conxinha em dias de chuva, por dar e receber carinho todos os dias e sentir aquela sensação de borboletas no estômago. Nossos corações palpitam por essa busca incerta de alguém que traga conforto à nossas almas, e que nos faça tocar as estrelas com sua intensidade, o amor é isso, precisamos dele tanto quanto o ar para respirar.
- Garoto Sincero.
36 notes · View notes
palavra-embacada · 13 hours ago
Text
O Adeus da Solidão
Tumblr media
A solidão fez as malas
Estava cansada de mim
Estava cansada de tudo
Disse que precisava de ar
Pois estava sufocada
Então a solidão partiu
Agora não há mais nada
O buraco é visceral demais
E eu não sei o que fazer
Já pendurei quadros nele
Já escrevi poemas em seu vazio
Já joguei canções lá dentro
Numa tentativa inútil de tampar
Mas ele sempre quer mais
A solidão me deixou só
Então nas noites escuras
Eu não choro mais
Apenas encaro o teto, indiferente
Nos dias ensolarados
Eu não desejo mais
Apenas tampo os olhos
Me protegendo da luz forte
A solidão ficou tão sólida
Que pesou e caiu
Se perdeu por aí
Foi buscar algo mais solitário
Porque eu já não dava conta
A vadia me abandonou
Me deixando a mercê de mim mesma
A falta tem feito muita falta
De modo que o tempo parece congelado
Não só o tempo, tudo
Mas ela se foi sem previsão de volta
A solidão partiu
Esquecendo de todos os nossos planos
Fez as malas e foi embora
Me deixou para trás
A solidão me deixou só
O que sobra quando a solidão vai embora?
-Larissa Chaves
2 notes · View notes
amortificas · 13 hours ago
Text
todos precisamos sentir amor 
mas algumas pessoas não tem como amar
não há como dar certo, se nem você se concerta e melhora para si mesma.
você se tranca nesse muro que você mesmo se afunda, dizendo que a culpa é do amor e que nunca deveria ter amado.
mas - o amor modificou o teu ser e te fez crescer.
e agora você vê que amar foi bem pra você.
12 notes · View notes
amortificas · 13 hours ago
Quote
O amor está na pequenas coisas que engrandecem o seu dia... naquele apoio, naquele consolo. Naquele olhar que pede "me abrace" e mesmo ela não dizendo nada, você simplesmente entende que ela não está bem. E compreende que nem você está bem, e ambas estão unidas para mover a constelação de estrelas. Seja minha constelação e guie-me para longe da escuridão.
be my constellation
42 notes · View notes
marciamarko · 13 hours ago
Text
FALA SEM PUDOR…
Fala sem pudor
Que o fogo dos seus olhos se queima
Ao olhar para mim
Em mim
Você ateia faíscas de tesura
Em meu corpo
Que arde
Em arrepios de usura
Neste tremor de sentir você…
Em meu vulto…
No meu olhar...
Nos meus pensamentos...
Insanos...
Fala sem pudor
Que tens a tensão nas veias
Latejante
Pulsante
De fervor
Intenso
Pródigo de amor
Sabendo que vai levar meus lábios à loucura
Com o gosto dos seus beijos em mim
Sabendo que vais deixar
O fel do seu palato
Abusado
Em cima do meu cetim
Desnudo de excitação...
Fala sem pudor
Que o desejo das suas palavras
Me causam delírios
Eu me contorço por esse martírio
Fecho os meus olhos
Despertando com você...
E fazemos amor
Derretendo neste prazer…
Suados…
Amados...
Fala sem pudor...
MárciaMarko
https://sonhandopoesias.blogspot.com/2021/06/fala-sem-pudor-um-poema-de-marciamarko.html
0 notes