Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#meusdesabafos
adesejei · 3 years ago
Text
Cansei de tentar lutar por algo que não tem a menor chance de dar certo!
2K notes · View notes
i-will-ris-e · a year ago
Text
Eu sou exagerada até nas vírgulas. Você não me terá pela metade, me entrego por inteiro. Não me deixe escapar, meu exagero não é loucura, é sinal que eu sinto, preocupe- se quando eu parar de sentir.
- Juliana Carolina
1K notes · View notes
adesejei · 3 years ago
Text
Mesmo com todas essas cicatrizes, nunca vou me permitir cair.
1K notes · View notes
folheando-me · a year ago
Quote
Quando meus olhos encontrou os seus, tive a certeza que era para ser. Quando sua boca conheceu a minha, sabia que era o melhor beijo. Quando suas mãos tocou as minhas, senti que ali era o meu lugar. Quando seu coração descobriu segredos meus, entendi que estava segura com você. E agora, eu só quero que a gente viva isso com a certeza que encontramos o amor.
Com amor, J.
405 notes · View notes
alma-sagaz · 3 years ago
Text
Eu quero mais...
Mais amor
Mais alegria
Mais liberdade
Mais vontade de viver
Mais porque lutar
Mais, mais e mais...
534 notes · View notes
meusdan0s · 11 months ago
Text
Quero por um ponto final em você, assim como fiz com todo o resto que me desgastava diariamente.
@meusdanosposts
221 notes · View notes
esmurecida · 9 months ago
Text
ontem, conversando com uma amiga, pela primeira vez admiti que eu ando sentindo sua falta. não é falta do jeito que você pensa que é, porque eu aposto que se eu te dissesse isso, tu iria imaginar que era dessa forma, mas, não é. eu te tinha como um amigo, além de um rolo. eu sentia confiança em ti e você disse que também sentia em mim. você não admitiu e nunca vai admitir, mas eu sei que toda a lambança que tu fez e jogou em mim a culpa, mesmo depois de ter te explicado e deixado tudo mais claro do que água, de que eu sentia falta era do meu amigo, daquele cara que me ligava pela manhã e a noite quando não nos víamos, e ficávamos mais de 3 horas falando sobre tudo e nunca foi, porque te amava. mas você, você aparentava que estava gostando de mim e não fez nem o mínimo pra consertar as coisas e manter a amizade. eu fui dura, sim, eu fui, mas foi somente pra te mostrar que eu não sou bagunça nem como eu disse pra uma amiga "casa da mãe Joana" eu fiz mais do que devia, pra pelo menos, te manter como amigo e tu se fazia de cínico e não teve coragem de sentar e conversar sobre tudo que coloquei na mesa. eu sei, eu realmente sei, que tu não merece nem a falta que eu sinto das nossas conversas, já falei pra mim mesma diversas vezes, só que infelizmente eu sinto. e sabe o que eu queria? era tirar isso de mim.
os monstros que habitam dentro dela, gritam.
148 notes · View notes
alma-sagaz · 3 years ago
Text
“A dor é minha então mais que normal que ela faça sentido só para min.”
—Karen de Oliveira
419 notes · View notes
alma-sagaz · 3 years ago
Text
“Não da para colocar em palavras a maneira que você se sente, quando você dá tudo e a pessoa, não tem sequer a capacidade de dizer obrigada ou pelo menos te tratar decentemente.”
—Karen de Oliveira
371 notes · View notes
esmurecida · a year ago
Text
você já se sentiu que estava em um corpo errado, porque todas as pessoas te odiavam por causa do seu cabelo ou por conta do seu peso? te chamavam de feia por ser diferente? vou contar uma historia á vocês, eu sempre passei por "zoações" no colégio, eu sempre ficava sozinha no recreio, eu sempre era a ultima a ser escolhida no jogo, eu sempre fui aquela, que ninguém queria por perto, por ser uma criança tímida, gorda e fora dos padrões em todos os requisitos pra isso.
na 5° série, eu apanhava de meninos maiores que eu, mais fortes que eu e que enquanto batiam em mim, eles falavam que eu merecia apanhar, por ser "uma gorda nojenta, comilona que ninguém queria beijar" imaginem isso, na cabeça de uma criança de 10 anos? imaginem como eu fiquei e passei a me odiar por isso.
eles sempre armavão pra eu ficar com alguém e quando eu chegava lá, era uma "brincadeirinha" e ouvia um "pra ficar comigo garota, você tem nascer de novo" e lá vinham as risadas.
quando cresci, as coisas pioraram. as pessoas só me queriam quando descobriam que eu tinha um lado safado, e só me usavam e descartavam. sim, isso mesmo, eu sempre fui descartável pras pessoas, incluindo amigos, que sempre me trocavam por outros, por namorado, por sexo, bebidas, drogas. amigos que sempre riam da minha cara e me viam cair e nunca davam a mão pra eu levantar. isso tudo, me fez ter uma depressão fortíssima que quase me tirou a vida, uma ansiedade que me corrói, uma alto estima baixíssima, na qual, eu não me recuperei.
agora, imaginem como eu, com 26 anos, me sinto? eu me sinto um lixo, eu me sinto descartável, me sinto substituível, sinto, que ninguém vai me amar, que não sou merecedora do amor de alguém, que eu sou só caos, só tristeza, só solidão e sempre serei essa pessoa. essa pessoa só, sem amigos, sem alguém que me ame. eu cheguei ao ponto de não ligar de estar só, sem ninguém pra desabafar e acostumei a guardar tudo pra mim. essa, sou eu. uma menina traumatizada por pessoas, por repulsas e dispensas. por partidas. essa sou eu, esse caos de ansiedade, depressão, síndrome do pânico, medo de confiar e me entregar novamente, com medo de amar.
Apenas um desabafo.
108 notes · View notes
impulsou · a year ago
Text
Será que,
todo mundo se afasta de mim
ou eu que afasto todo mundo ?
103 notes · View notes
alma-sagaz · 3 years ago
Text
Meu rancor e arrependimento do que eu ja poderia ter feito com minha vida é como uma droga, que tem me sufocado e destruido em pequenas doses.
E assim como um viciado tenho escondido e fingido que esta tudo bem.
Mas não esta nada bem, eu não estou bem e me arrependo de tudo que deixei para trás, tudo que não fiz e dos meus sonhos que abandonei por que tive que priorizar outras coisas, outras pessoas.
Meu ódio maior é por que não fui e não ao sou a prioridade de ninguém.
—karen de Oliveira
330 notes · View notes